sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Entrevista - Ubella Preta


A cena instrumental Paraibana vem se destacando a cada dia que passa no cenário local, é o caso de Ubella Preta, que foram selecionados para tocar em fevereiro no Grito Rock, um festival super articulado, pertencente à rede de festivais independentes da Abrafin, e está na praça com seu EP “Água de Jamaica”.
A banda é formadas pelos catalisadores sonoros: David Neves (Controller, PC, Guitarra) Felipe Nicolau (Baixo e pedais) CH Malves (Bateria e Samplers) e estará se apresentando em Recife no festival No Ar Coquetel Molotov 2010.


M.G-De onde vem o nome Ubella Preta?

U.P-Vem de "Vela Preta", nada mais nada menos que um instrumento usado para promover sinergia, nas religiões africanas o mensageiro que faz o trajeto das pelejas, uma forma de enviar e receber o que chamamos de bits ou bites hoje em dia, é o representante do homem, quando acesa, e devido à apropriação do termo, "Ubella Preta".

M.G-Como vocês vêm o crescimento da vertente instrumental dentro do cenário da musica nacional?

U.P-A música instrumental vem crescendo bastante por necessidade, a música vocal tem bastante espaço em todos os canais de comunicação, parecendo ser apenas o gênero que pode satisfazer ouvidos, mas atualmente junto até com o pensamento político da população de nosso país, as pessoas procuram adentrar no ainda desconhecido para poder interpretar possíveis intenções e estados que possam ser criados por quem promove isso é uma maravilha, a música instrumental cresce como um alastramento do intelecto da nossa música no Brasil, onde não necessita de um interlocutor ditando o que fazer dentro do ambiente que ele mesmo propõe, e sim apenas dar o ambiente pro cidadão descobrir e iniciar o processo cognitivo sensorial, e isso é totalmente mutável de pessoa para pessoa, de tempos em tempos, o que cria uma sensação de ser atemporal idade, tem uma figura chamada Inti Queiroz, que produz um festival muito legal de musica instrumental, que é o PIB - Produto Instrumental Bruto, esse festival é fruto da articulação e da força da musica instrumental, de como as pessoas podem se articular, movendo suas articulações.

M.G-Como foi o processo de gravação do EP Água de Jamaica?

U.P-Água de Jamaica foi muito divertido de fazer, não tão diferente do nosso processo de compor, depois do carnaval de Olinda, voltamos pra Paraíba e ficamos o dia inteiro com Harley Arthur, que é o produtor do EP e do Selo, gravamos as quatro faixas ao vivo no estúdio Mutuca e depois finalizamos na mixagem e pós, o Ep tem um formato bem cru, com algumas participações de amigos, processo bem intimo ressaltando o Power Trio.

M.G -Quais as influencias musicais da Ubella preta?


U.P-Ubella Preta bebe muito Nordeste brasileiro, Nigéria, Kraut rock Alemão, Arnaldo Baptista e a segunda escola de Viena (sec. XX), as influencias são diversas e extra auriculares, às vezes você vê um noticiário e aquilo te inspira, um livro, um filme, uma boa troca de idéias, isso concerteza é refletido no som, as influencias sonoras são mais obvias, processos sonoros descritivos geram o resultado final.

M.G-Com a aproximação da apresentação de vocês no festival no Ar Coquetel Molotov 2010, quais as expectativas para esse show em Recife?


U.B-Boas expectativas, esse vai ser o nosso primeiro festival que eu diria de grande porte, aqui do lado nosso vizinhos de aproximadamente 130 km. Adoramos receber esse convite enviado por Ana Garcia, estamos muito gratos, iremos fazer um bom show com algumas novidades, explorar as tensões e resoluções dentro do improviso, que é uma cadeia onde não existem prisioneiros, iremos apresentar Água de Jamaica como nunca foi ouvido antes e mostrar umas musicas que estamos trabalhando pro próximo EP previsto pra esse ano, espero que as pessoas possam estar la pra ver e ouvir o nosso show será bastante divertido, os aditivos sempre ajudam e potencializam a sinergia exercida na apresentação, Ubella Preta canaliza isso, a reinterpretarão do feedbeque do publico, que penetra no nosso show que penetra nos teus ouvidos.

O show será no Cine PE, por volta das 5 hrs no dia 25/09.

Um abraço a todos, e obrigado pela atenção, permanecemos gratos.
Compareçam.

David Neves


Confiram o seu trabalho:
http://www.myspace.com/ubellapreta

No Ar Coquetel Molotov 2010:
http://www.coquetelmolotov.com.br/

MR.Groove

Nenhum comentário:

Postar um comentário