segunda-feira, 12 de setembro de 2011

MIMO 2011 - Cobertura

Délia Fischer
Abrindo os concertos, da MIMO 2011, Délia Fischer após 1h e15min de atraso, devido a problemas com a cia aérea, se apresentou na Igreja do Rosário dos Homens Pretos, em Olinda. Com uma apresentação encantadora, a compositora, arranjadora, pianista e cantora, Délia dedicou seu show a Egberto Gismonte. Com canções de seu CD “Saudações Egberto”, a pianista iniciou sua apresentação com a música Dom Quixote, em um solo de piano. Alternando entre voz e piano, Délia estava acompanhada por jovens músicos e uma variedade de instrumentos e sons, chamando atenção para o baterista que fez (em determinado momento) percussão vocal. Com sua graça e suavidade, Délia mostrou uma nova interpretação valorizando sua apresentação e cativou a todos que lotaram a Igreja, compensando qualquer eventualidade.

Parahyba Art Ensemble
No mesmo horário do concerto no Seminário, ocorria no Mercado da Ribeira uma verdadeira Jam Session, apresentada pelo grupo Parahyba Art Ensemble. Um coletivo musical que mistura diversas nacionalidades, tanto na música quanto nos músicos. Guiado por Chico Correa, sua principal característica é o improviso, fazendo um som que une elementos nordestinos, jazz, hip hop, sons africanos, música eletrônica entre outros. Em um ambiente maravilhoso, com um clima aconchegante a céu aberto e com imagens abstratas projetadas pelo VJ Spencer fizeram uma performance diferenciada que animou bastante os expectadores.

Trio 3-63
Às 19h, foi a vez do Trio 3-63 se apresentar no Seminário de Olinda. Composto por Andrea Ernest Dias na flauta, Paulo Braga no piano e o já conhecido percussionista Marcos Suzano, o Trio apresentou além de músicas autorais do seu CD “Trio 3-63” e de compositores clássicos, uma justa homenagem com recriação de sucessos do Maestro Moacir Santos, no qual iniciou a apresentação com a música Coisa nº1. Ao tocar a música Vaidoso, um choro do Maestro, Andrea e sua flauta deixaram o público maravilhado com tanta suavidade e leveza, juntamente com seus companheiros, mostrando a união perfeita entre os instrumentos e sendo bastante aplaudidos. Em uma rica e brilhante apresentação, o Trio 3-63 fez uma passagem entre vários ritmos brasileiros, como a bossa nova e ritmos nordestinos como o xaxado, caboclinho, entre outros. Alguns integrantes do Projeto Coisa Fina estavam presentes no local e falaram que estavam muito felizes de poderem participar e apreciar um evento de tamanha grandiosidade e qualidade, como a MIMO.

Ballaké Sissoko




Para encerrar a primeira noite de concertos da MIMO 2011, pela primeira vez no Brasil, o africano Ballaké Sissoko e o francês Vicent Segal apresentaram ao público, que fez questão de encher a Igreja da Sé, o grandioso álbum “Chamber Music”, lançado na Europa em 2009 e no EUA em 2011. O público presente constatou a suavidade e sutileza sonora emanada pelo instrumento inusitado, o Kora (instrumento de 21 cordas que reproduz o som de uma harpa) tocado pelo Ballaké - considerado o maior tocador do instrumento da atualidade, juntamente com a companhia do violoncelista Vincent Segal, que integra o duo Bumcello, formaram a dupla perfeita. O solo ficou por conta de Sissoko que reteve a atenção de todos que se encontravam tanto na parte interna da igreja, como os que viam pelo telão na área externa.

A espectadora, Lindinalva, que mora em Recife, teve a oportunidade de conhecer pela primeira vez o evento e declarou: “Achei o evento bastante rico em questões culturais. A mostra traz um leque incrível nas apresentações e músicas de ótima qualidade, com músicos excelentes e renomados, um público eclético, porém bem seleto. Assistir ao ar livre se torna ainda mais extraordinário fazendo com que possamos sentir com mais liberdade o som e a beleza do evento. Pena que as apresentações sejam em horário tão tarde o que dificulta nossa permanência até o final dos shows, para quem anda de ônibus claro. A prefeitura de Olinda poderia num próximo evento disponibilizar ônibus atendendo aos horários de término das apresentações.”


Por Milena Freitas

Fotos: Beto Figueiroa e Marcelo Lyra

www.flickr.com/photos/mimofestival

MR.Groove

Nenhum comentário:

Postar um comentário