quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Dona Onete - Feitiço Caboclo

Cantora e compositora paraense de 73 anos, Dona Onete nasceu em Cachoeira do Ararí e também já foi professora de História, secretária de cultura e fundadora de grupos de dança e música regionais, como o Canarana, em Igarapé-Miri. Hoje, ela compõe e canta nos palcos as histórias, causos e lendas que, nas salas de aula, durante 25 anos ela ensinou. Personificação do imaginário amazônico e da riqueza papa-chibé, Dona Onete fez ainda parte do Coletivo Rádio Cipó, do bairro da Pedreira, em Belém, interpretou uma cantadora de carimbó no filme “Eu Receberia As Piores Notícias Dos Seus Grandes Lábios”, dirigido por de Beto Brant, e se apresentou em importantes eventos como o festival pernambucano Rec-Beat e também da festa de 10 anos da Orquestra Imperial, no Circo voador, no Rio de Janeiro, com participação de Thalma de Freitas. Agora, ela mescla em seu trabalho diversas influências, sonoridades e características do folclore paraense passeando entre o choro, samba, boleros e bois com tempero da “Jamburana treme-treme”, que podemos perceber em seu primeiro CD “Feitiço Caboclo”, lançado em Julho de 2012, com produção de Marco André.

Consuma:

Mr.Groove

Nenhum comentário:

Postar um comentário